terça-feira, 30 de março de 2010

“A Resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.” Prov. 15:1


Recebi este texto de uma pessoa especial re esolvi repassar para vocês aqui no Blog:


 “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.” Prov. 15:1.

É um velho ditado brasileiro: “Quando um não quer, dois não brigam.” Simples e ao mesmo tempo profundo. É uma maneira popular de apresentar o que Salomão disse séculos atrás. Não existe coração que não se comova diante de uma resposta gentil.

A vida é como um espelho. Você recebe de volta a imagem que projeta. Palavras duras geram reações agressivas. Palavras suaves geram atitudes gentis.

O adjetivo duro, em hebreu, é éseb, que também pode ser traduzido como “que provoca dor”. As palavras são como facas de dois gumes. Servem para o bem ou para o mal. Apaziguam ou esquentam os ânimos. Consertam relacionamentos ou os destroem. Trazem alegria ou provocam a dor.

Pense nas vezes que poderia ter usado a palavra de modo mais edificante. Não se projete a um tempo muito distante, pense apenas no que aconteceu ontem ou hoje com sua esposa ou com seus filhos.
Quando as setas envenenadas do furor tentarem atingi-lo, use como escudo protetor a resposta branda.

Não entre no jogo da provocação. Responder no mesmo tom, deixando-se levar pela paixão do momento, não é evidência nem de sabedoria nem de coragem. Você pode vencer os outros e ser considerado forte. Mas, se vencer a si mesmo, será poderoso. Esse tipo de vitória só é possível alcançar com a ajuda do Todo-Poderoso.

O controle das palavras começa com o controle das emoções, e isso é obra do Espírito Santo. Encontro, com freqüência, pessoas que me dizem: “Eu sei que as minhas palavras ditas de maneira inapropriada me criam problemas, mas não consigo fazer nada para mudar essa situação.”

Essa é a diferença entre o humanismo e o cristianismo. Enquanto a primeira deixa toda a responsabilidade nos seus ombros, colocando seu interior como a fonte do poder, o cristianismo ensina que o poder não provém de dentro, mas de cima. A mudança de temperamento é um ato divino. Deus usa como instrumento a vontade humana, mas a criatura não passa de um meio. A fonte de poder é Deus.

Inicie as atividades deste dia colocando sua vontade sob o controle divino. Deixe que Jesus viva em você e controle as suas palavras, porque “a resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira”.

Alejandro Bullon

0 comentários:

Yoga Namaskar - Aprenda sobre Yoga!

Comentários

Barra social

Meus Blogs Amigos - Vale visitar...

Selinhos

Selinhos
Blog Brindes do Rei

Blog Amigo do Paixão Por Livros

Blog da Ana

Ganhei este selinho da Jacke do Blog Atitudes Positivas

Esse "Yoga Cat" eu ganhei da minha amiga Márcia

Esse selinho eu ganhei da Ana do "Pelos Caminhos da Vida"

Recebi da Jakeline do blog Jakeline Magna... Tudo às Claras!!

On-Line

De onde vem as visitas

Live Traffic Feed

Quem passou por aqui...

 

Blog da Vick Copyright © 2008 Green Scrapbook Diary Designed by SimplyWP | Made free by Scrapbooking Software | Bloggerized by Ipiet Notez